Recebemos crianças de 1 ano e 8 meses à 6 anos de idade em nosso Maternal e Jardim.

O desenvolvimento de forma saudável e harmoniosa esta atrelado a um ritmo orgânico bem definido, permeado por períodos de expansão e contração. A mesma correspondência ocorre com a natureza infantil, na qual se expressam ritmicamente as funções respiratórias de expiração e inspiração. Portanto, para que a alma humana possa estar ora no social (expandida) ora voltada a si mesma (contraída) é necessário que tenha cultivado, enquanto pequena, momentos de extroversão e instropecção.

Maternal

O ambiente do Maternal permanece tão aconchegante como do Berçário para que as crianças de 1 ano e 8 meses de idade a 3 anos possam vivenciar uma atmosfera caseira na qual ainda predomina a dedicação individual a cada uma. O ritmo do nosso dia é preenchido por tarefas domésticas que correspondem aos afazeres humanos mais básicos: cozinhar, lavar, varrer, costurar, organizar etc. Desta forma, conferimos às crianças do Maternal a apropriação das particularidades da vida humana e também da moralidade que está intrínseca aos nossos atos, ao denotar sentido e verdade em todas as nossas condutas. Ao brincar livremente, as crianças imitam as tarefas e condutas de seus professores, internalizando tanto o mundo ao seu redor como a si mesmas. Um ambiente maternal repleto de calor e apreço é fundamental para que a autonomia da criança desabroche e transcorra a chegada da sua individualidade ao final de sua primeiríssima infância.

Jardim

As crianças desenvolvem-se em grande parte através do brincar pois durante esta divertida e árdua tarefa promovem a integração de suas capacidades motoras (em especial de coordenação motora grossa), como também, adquirem experiências e vivências de si mesmas, permitindo o incremento de suas habilidades de relacionamento social. Portanto, o ambiente do Castelo do Jardim é composto de pequenos ambientes como o “quarto das bonecas” ou a “cozinha”, no qual as crianças de 3 anos à 6 anos de idade interagem entre si e criam suas próprias brincadeiras e fantasias a partir de suas percepções de mundo. Há também uma única mesa grande para que as crianças tenham a vivência do social através de atividades de culinária, desenho, aquarela, como também pelas refeições, e possam assim servir uns aos outros. Os contos de fada, contos populares, rodas rítmicas e alguns teatros de mesa são contados pelos professores, enfatizando o trabalho da linguagem oral, além de enriquecer o vocabulário, a imaginação e auto-estima da criança. Cultivamos atividades direcionadas para a prontidão escolar a fim exercitar e aprimorar a coordenação motora fina, tão essencial para o aprendizado da linguagem escrita e da aquisição das habilidades de leitura.